[PT] Grécia: Reivindicação Incorreta de Atentado Contra Açougue

Traducción al portugués del comunicado de Nihilistas Verdinegros.

Pegamos uma nota da imprensa grega de dezembro do ano passado, onde se noticia a detonação de um artefato explosivo abandonado na frente de um açougue, deixando um civil gravemente ferido. O ato chamou muita a atenção da imprensa e das autoridades. Dias depois um grupo chamado “Niilistas Verde e Negros” assumiram a responsabilidade pelo ataque, e sem arrependimentos se responsabilizaram pelo ocorrido e sua reivindicação foi publicada em um par de sites anarquistas, no entanto, após uma acalorada discussão nestes círculos debilitados o comunicado foi julgado e censurado, mas o que eles não esperavam é que algumas pessoas o copiassem e agora nós o publicamos aqui em inglês e em espanhol. É importante mencionar que, embora não compactuemos com tudo o que foi dito, celebramos o ato e a decisão dos individualistas que o perpetraram de não se arrepender de nada, de aceitar a sua responsabilidade e assumir as consequências. Este é mais um episódio que releva a covardia e a dupla moral dos anarquistas que censuram estes tipos de atos só para que seu movimento não se veja manchado por grupos realmente comprometidos em uma guerra até a morte contra o alvo egóico.

ME

Vivemos na sociedade do espetáculo.

Em nossa era importa apenas quantos “likes” e quantos seguidores você tem nos meios de privação (redes sociais). Tudo isso vai da pessoa mais apolítica até as pessoas mais politizadas do âmbito anarquista. Que roupa você vestiu e o que comeu. É aí que as industrias e o sistema capitalista (com anúncios nas redes sociais que muitas vezes aparecem aleatoriamente) tiram proveito a todo custo através da doença consumista sem se importar se tudo isso custa a vida de animais não-humanos. Sob a forma de roupas e alimentação é que temos as maiores perdas. Está na moda, especialmente nestes “santos” dias de natal, as vitrines de pequenos e grandes comércios onde a purpurina e os belos ornamentos cobrem a miséria, a podridão, a morte e a brutalidade.

Por isso, colocamos uma bomba de baixa potência com ativação através de um temporizador em um açougue na rua mais central de Kipseli, sabendo que um pouco mais longe da praça Kipseli frequentemente há unidades da DIAS*. Mais uma vez demonstramos a inutilidade dos gambés colocando uma bomba no centro de Atenas sem problema algum.

O artefato era feito de uma garrafa de vidro cheia de pólvora negra, o suficiente para danificar a fachada da loja, dois cilindros de gás grandes e três litros de gasolina para aumentar a possibilidade de causar mais danos. Outra razão pela qual usamos gasolina foi para queimar qualquer possível resíduo de DNA que pudesse estar presente no artefato. Para finalizar, colocamos dois temporizadores para garantir que os acionadores detonassem a pólvora negra. Vimos que funcionou muito bem, e vamos melhorar nossos dispositivos explosivos para no futuro causar ainda mais danos.

Uma vitrine que expõe corpos pendurados de criaturas que uma vez estiveram vivas e sentiram o terror e a dor de uma lâmina gelada em suas gargantas. É vulgar pendurar e expor criaturas não-humanas, desta e de qualquer outra forma, como se fossem objetos e produtos com os quais as imundas pessoas possam pagar para comprá-los por alguns momentos de prazer, enchendo seus estômagos e satisfazendo seu gosto. Para alguém, um animal pode ser caro ou barato, mas este animal paga por isso com sua própria vida.

Nós somos anarquistas de práxis. Estamos furiosos e envergonhados pela normalidade e a inércia do reformismo, os encontros pacifistas sem nenhuma efetividade, o veganismo “lifestyle” e a suposta interação social em direção a uma sociedade que é responsável pelo cativeiro e a tortura de animais não-humanos.

Através da mídia de massa nós nos inteiramos que um transeunte ficou seriamente ferido. Certamente não era nosso objetivo, mas desde já não iremos pedir perdão pelo resultado de nossa ação. Estamos em guerra e a guerra gera baixas.

Nossos fins são específicos, atacar o inimigo por todos os meios. Hoje, os golpes são com pequenas bombas e artefatos incendiários em negócios e veículos da opressão e a tortura contra os animais, mas amanhã iremos até a porta de suas casas.

Dedicamos nossa ação a nossos compas não-humanos que pagaram o preço da liberdade com suas vidas, porque segundo o “protocolo” qualquer um que tente obter suspiros de liberdade longe das celas e jaulas é perigoso e merece morrer. Todas essas pessoas podres há muito tempo esqueceram que o bem mais precioso da vida é a liberdade.

ATÉ A LIBERAÇÃO ANIMAL TOTAL!

ATÉ QUE VEJAMOS NOSSOS CORPOS ESTIRADOS!

ATÉ A DESTRUIÇÃO DESTA E DE QUALQUER SOCIEDADE!

Niilistas Verde e Negros

NdT:*DIAS é uma unidade de patrulha motorizada da polícia grega.

 

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.