Tag Archives: Mark A. Conditt

[pt] (Chile) Comunicado 50 de ITS

Traducción al portugués del comunicado 50 de ITS, disponible en su original en español y en inglés.


Outra vez deixamos os nossos refúgios para nos dirigir ao abismo da ação eco-extremista e misantropa. Nós nos lançamos em sua profundidade e conversamos com os seus espíritos habitantes, eles nos aconselham, se alegram e nos aplaudem. Sim, nos aplaudem porque sabem que nem todos tem a vontade e a quantidade de sangue nas veias para visitá-los. Alguns poucos são os que conseguiram ver seus rostos de Caos e formosura, seus corpos de ação que ainda inspiram aqueles que permanecem na superfície. Sabemos que cedo ou tarde nossos espíritos se unirão à eternidade abismal. E quando ali habitemos, aconselharemos e aplaudiremos aos que se atrevam a se jogar e voltar…

Partimos com nossos espíritos encomendados ao Desconhecido, ao Invisível, ao Inominável. Com a bênção da Terra caminhamos pela cidade com a carga explosiva nas costas, com o mecanismo que deseja a ignição e o sangue do inimigo. Andando entre os mortos com o Caos nas mãos, cautelosos nos movemos, descansamos em nossos cúmplices e armas mocadas.

Reivindicamos misantropicamente o abandono de um pacote-bomba nas imediações da Universidade Católica Silva Henriquez (General Jofré 462), na sexta-feira, 13 de abril. Nosso pacote-explosivo sem mensagem estava dirigido principalmente a qualquer estudante imbecil, e estava direcionado também a algum curioso transeunte. Ansiávamos a explosão sanguinária e mortal para qualquer humano, e não nos importávamos com quem fosse, se era pobre ou rico, mulher ou homem, criança ou velho. Com isso deixamos claro também que qualquer inepto e desagradável estudante, de qualquer ramo teórico, de qualquer corrente política é e será um alvo para as ações da Máfia ITS.

Nosso niple de aço cheio de pólvora negra aparentemente não detonou (ainda). Talvez foi parar no lixo e algum dia arrebente os dedos de algum gari ou quem seja. O importante é que as intenções eco-extremistas seguem intactas. A série de atentados de ITS no sul não se detém diante de nada, nem ante as investigações da inteligência chilena nem ante as últimas condenações por terrorismo. Nós, a HMB-ITS, os verdadeiros terroristas, andamos livres, selvagens e na impunidade. Cagamos em andamos para suas novas leis antiterroristas. Nosso caminho egoísta e misantrópico continuará, apesar das adversidades. O som da explosão ou o incêndio os avisará, não tenham cuidado. Somos a ameaça invisível, cautelosa e paciente, somos a máfia ITS.

Pretendíamos com esta explosão inundar de Caos novamente o sul. Não sabemos porque será, mas o sul está calmo ultimamente, parece que alguns se assustaram com a condenação de Flores, mas não nós, e esta tentativa indiscriminada de ferir as pessoas demonstra isso.

Nosso atentado vai em nome de todo o Selvagem da Terra, em nome de seus ciclos e manifestações terríveis para a civilização. O Desconhecido nos chamou alguns dias antes, seu chamado passou despercebido por todos, mas não por nossos corpos, nós escutamos essa mensagem do Selvagem, esse movimento da Terra nos despertou e nos sussurrou ao ouvido: “agora, por meu espírito, atentem”. E assim foi, em seu Nome nos atiramos…

Nosso atentado vai também ao espírito de Mark Conditt. Sim, em seu nome vai nossa tentativa, para ti, guerreiro indiscriminado, por sua gloriosa morte e vida. Suas bombas e sua coragem são um exemplo para os individualistas como nós. Guerreiro Mark, nos vemos no abismo! Seu espirito enaltecemos e procuramos reviver com cada explosão! Em seu nome nos atiramos….

“(…) Honestamente eu preferia estar rodeado por um denso bosque do que de tanto ser humano fedorento e imundo (…)” – Mauricio Morales

Por hora, é tudo. Voltaremos quando menos esperem. Seguiremos pelo caminho indiscriminado contra o mundo civilizado. Dando vida à ITS por mais de dois anos seguimos livres e impunes evitando todos os seus aparatos de inteligência. Já não são mais niples artesanais, já não é pólvora de fósforo, já não são apenas facas, não! Nossos corpos estão íntegros para o que virá, que o Oculto diga quando seja…

Guerra à civilização, à raça humana e ao progresso!

Pela Terra e por nossos Egos, adiante irmãos da máfia na América e Europa!

Glória eterna ao Guerreiro Mark Conditt!

Individualistas Tendendo ao Selvagem

– Horda Mística do Bosque

(Chile) 50 comunicado de ITS

Comunicado número 50 de ITS, esta vez la impune Horda Mística del Bosque reivindica un nuevo atentado, ahora contra una universidad por medio de un indiscriminado paquete-bomba.

¡Ánimo y fuerza para con los guerreros de ITS!


Una vez más dejamos nuestros refugios para dirigirnos al abismo de la acción eco-extremista y misántropa. Nos lanzamos a su profundidad y charlamos con sus espíritus habitantes, estos nos aconsejan, se alegran y nos aplauden. Si, nos aplauden porque saben que no todos tienen la voluntad y la cantidad de sangre en las venas para ir a visitarlos. Unos pocos son los que han logrado ver sus rostros de Caos y hermosura, sus cuerpos de acción que aun inspiran a los que seguimos en la superficie. Sabemos que más temprano que tarde nuestros espíritus se unirán en la eternidad abismal. Y cuando ahí habitemos, aconsejaremos y aplaudiremos a los que se atrevan arrojarse y volver…

Salimos con nuestros espíritus encomendados a lo Desconocido, a lo Invisible, a lo Innombrable. Con la bendición de la Tierra caminamos por la ciudad con la carga explosiva a cuestas, con el artilugio que desea la ignición y la sangre enemiga. Paseando entre muertos con Caos en las manos, cautelosos nos movemos, descansamos en nuestros cómplices y armas guardadas.

Nos reivindicamos misantrópicamente el abandono de un paquete-bomba en las afueras de la Universidad Católica Silva Henríquez (General Jofré 462), el viernes 13 de abril. Nuestro paquete explosivo sin mensaje estaba dirigido a cualquier imbécil estudiante, pero también estaba dirigido a algún curioso transeúnte. Anhelábamos la explosión sanguinaria y mortal para cualquier humano, nos da exactamente lo mismo quien fuera, si pobre o rico, mujer u hombre, niño o anciano. Con eso dejamos claro también que cualquier inepto y desagradable estudiante, de cualquier rama teórica, de cualquier corriente política, es y será un blanco para el accionar de la mafia ITS.

Nuestro niple de acero lleno de pólvora negra al parecer no ha detonado (aun), a lo mejor terminó en la basura y algún día le revienta los dedos a algún basurero o quien sabe. Lo importante es que las intenciones eco-extremistas siguen intactas. La serie de atentados de ITS en el sur no se detienen ante nada, ni ante las investigaciones de la inteligencia chilena ni ante las últimas condenas por terrorismo. Nosotros la HMB-ITS, los verdaderos terroristas andamos libres, salvajes y en la impunidad, nos importa un carajo sus nuevas leyes antiterroristas. Nuestro camino egoísta y misantrópico continuará pese a las adversidades, el sonido de la explosión o el incendio les avisará, no tengan cuidado. Somos la amenaza invisible, cautelosa y paciente, somos la mafia ITS…

Pretendíamos con esta explosión llenar de Caos nuevamente el sur, no se porque será pero el sur últimamente está calmo, parece que algunos se han asustado con la condena de Flores, pues nosotros no, y este intento indiscriminado por herir gente lo demuestra.

Nuestro atentado va en nombre de todo lo Salvaje de la Tierra, en nombre de sus ciclos y manifestaciones terribles para la civilización. Lo Desconocido nos llamó unos días antes, su llamado pasó inadvertido para todos pero no para nuestros cuerpos, nosotros escuchamos ese mensaje de lo Salvaje, ese movimiento de la Tierra nos despertó y nos susurró al oído: “ahora, por mi espíritu, atenten”. Y así fue… en su Nombre nos arrojamos…

Nuestro atentado también va al espíritu de Mark Conditt, si, en tu nombre va nuestro intento, para ti guerrero indiscriminado, por tu gloriosa muerte y vida. Tus bombas y tu arrojo son un ejemplo para los individualistas como nosotros. ¡Guerrero Mark, nos vemos en los abismos! ¡Tu espíritu enaltecemos y procuramos revivirlo con cada estallido! En tu nombre nos arrojamos…

(…) Honestamente preferiría estar rodeado de un bosque denso que de tanto apestoso e inmundo ser humano (…)”

-Mauricio Morales

Eso es todo por ahora, volveremos cuando menos lo esperen, seguimos por la senda indiscriminada en contra del mundo civilizado. Dándole vida a ITS por más de dos años seguimos libres e impunes eludiendo todos sus aparatos de inteligencia. Ya no son artesanales niples, ya no es pólvora de fósforo, ya no son solo cuchillas, ¡no! Nuestros cuerpos están íntegros para lo que viene, que lo Oculto diga cuando sea…

¡Guerra a la civilización, a la raza humana y al progreso!

¡Por la Tierra y por nuestros Egos, adelante los hermanos de la mafia en América y Europa!

¡Gloria eterna al Guerrero Mark Conditt!

Individualistas Tendiendo a lo Salvaje

-Horda Mística del Bosque

(pt) Glória ao Terrorista Serial de Austin

Em nossa postagem anterior informávamos sobre os seis atentados indiscriminados que acertaram a cidade de Austin, Texas, desde os primeiros dias de março, ataques que deixaram dois mortos e vários feridos, o rastro de terror e medo que cobriu a região, a paranoia e a mobilização das grandes agências de inteligência (FBI, ATF, etc.).

No último dia 21 de março foi informado que o autor dos atentados havia morrido.

Desde as primeiras explosões agentes federais começaram a rastrear os materiais que foram utilizados para a fabricação de bombas caseiras. Visitaram lojas grandes e pequenas interrogando a várias testemunhas para criar um perfil do responsável. Recordemos que os lugares onde foram encontrados os dois últimos pacotes-bomba (um que explodiu dentro de uma filial da Fedex e outro que foi encontrado em uma pequena loja dos Correios), existiam câmeras de segurança, as quais entregaram imagens do terrorista e do veículo com a qual se locomovia. Com estes dados, as autoridades rastrearam o modelo do carro e chegaram ao responsável. Na manhã de quarta-feira foi iniciada uma operação para detê-lo e frear a onda de pacotes-bomba.

Enquanto cercavam ao terrorista com carros blindados, patrulhas e helicópteros, vários agentes da SWAT se aproximaram rapidamente com armas de grosso calibre em mãos, gritando e fazendo alarde como muito bem sabem fazer, e ao sentir-se encurralado, o solitário serial-bomber tomou uma corajosa decisão. Consciente do que havia feito e aceitando o seu final, aproximou uma de suas bombas em seu peito e a ativou. A onda expansiva destroçou seu veículo, matando-o imediatamente e deixando ferido um dos agentes da SWAT. Gloriosa maneira de morrer de um bombista indiscriminado!

A Polícia não obteve nada dele, pelo contrário, de Mark Anthony Conditt (o nome do responsável) tiveram apenas medo, terror, árduas horas de trabalho de investigação, sangue e morte.

É assim que o episódio de Mark fica nas recordações, permanece como exemplo da ferocidade de um terrorista que em seu atuar não dá a mínima importância ao amanhã e se guia apenas pelo seu presente decadente.

Sobre as motivações de Mark o FBI disse apenas que “queria enviar uma mensagem”, e que em seu telefone havia um vídeo onde reivindicava seus atos. Seja como for as razões do terrorista das 7 bombas são ainda um mistério, mas sentimos ele muito próximo de nós, por isso surgiu-se a necessidade de dedicar-lhe estas palavras.

A morte de Mark não é boa nem ruim, é apenas a consequência das decisões de um terrorista indiscriminado, aquele que enfrenta a TUDO sem esperar nenhuma mudança, apenas pelo gozo egoísta do sangue e o cheiro da pele queimada de seu alvo.

(Meus atos são) “O grito que um jovem deve fazer para afrontar os desafios de um homem na vida”.

Mark A. Conditt

Que a vida e morte de Mark seja um exemplo para os individualistas selvagens!

Morte e feridas para os híper-civilizados de qualquer cidade!

Maldición Eco-extremista blog


(pt) Sobre o Atuar Indiscriminado do Bombista Serial

O caos e o terror se apoderaram das ruas, o fantasma do terrorismo continua perturbando as mentes mais corretas até os dias atuais.

Estados Unidos, o país com as maiores agências de investigação e contra-inteligência do mundo tem um caso urgente a ser resolvido pois já há umas semanas um bombista em série tem captado a atenção das autoridades e da sociedade em geral, o mistério é enorme e a ausência de efetividade é bastante evidente.

Tudo se iniciou em 2 de Março, um pacote-bomba que se ativava através de um sistema de “armadilha” detonou nas imediações de uma casa particular na cidade de Austin, Texas. O homem que o abriu morreu devido a tremenda explosão. Aparentemente a polícia não deu muita importância por se tratar de um homem negro.

Em 5 de Março outro pacote-bomba de características semelhantes matou a um adolescente e feriu gravemente a sua mãe (ambos afro-americanos) novamente em Austin. O pacote também foi deixado nas imediações da casa das vítimas, e neste mesmo dia uma idosa hispana foi vítima de um terceiro pacote-bomba, e após isso a polícia começou a formular teorias e concluíram que os crimes tinham uma “motivação racial”, mas se equivocaram…

Em 18 de Março uma bomba-armadilha foi ativada por uma dupla de pessoas brancas que caminhavam tranquilamente pela rua, deixando-as feridas. Com isso a hipóteses de que os atentados eram cometidos por um “racista” estava descartada.

Tão logo em 19 de Março um quinto pacote-bomba explodiu dentro de uma empresa dos Correios ferindo a uma trabalhadora e deixando terror entre a população. O FBI que já havia assumido o caso admitiu ter neutralizado um sexto explosivo sem dar maiores detalhes do artefato.

Além disso agentes do FBI reconheceram que as bombas estavam manufaturas com pregos e pólvora negra, feitas com um alto grau de sofisticação, mas compostas por materiais de fácil aquisição. Diante disso, o recordo do terror e caos que deixou Freedom Club nos anos 90 segue fresco.

O que chama a atenção é a maneira indiscriminada de atuar do/dos terroristas com estes tipos de atos, o que nós desde Maldición Eco-extremista apoiamos, engrandecemos e aplaudimos completamente. Não nos importa as razões que movem o atuar selvagem deste tipo de “serial-bomber” (como a imprensa o batizou), o que importa é semear a discórdia e o temor nos progressistas e humanistas modernos.

O que faz este terrorista anônimo é demostrar que mesmo estando em um país tão vigiado e tão duro em suas leis sobre terrorismo, ainda se pode realizar este tipo de ato sem serem presos. Aprendamos então as lições que deixa este “novo unabomber” (como nomeou a imprensa).

Pelo atuar misantropo que move os individualistas que se declaram em Guerra contra esta realidade artificial!

Para cima, bombista de Austin!

Que tuas bombas sigam derramando sangue e semeando morte!

Ânimos Criminais!